NOTÍCIAS

09

Junho

FUNDAÇÃO ABRINQ CONTRIBUI PARA ZERAR MORTES EVITÁVEIS DE RECÉM-NASCIDOS NA CIDADE DE BIRITIBA MIRIM (SP)

Por Fundação Abrinq

Com a contribuição do Projeto Juntos Para Mudar (PJM), realizado pela Fundação Abrinq com patrocínio máster da Johnson & Johnson, o pequeno município de Biritiba Mirim (SP) viu uma melhora nos indicadores de mortes evitáveis de recém-nascidos.

Juntos Para Mudar contribuiu para zerar as mortes evitáveis de recém-nascidos no ano de 2016,

09

Junho

NO PARÁ, PROFESSORA VIAJA MAIS DE 10 HORAS DE BARCO PARA PODER PARTICIPAR DE FORMAÇÃO DA FUNDAÇÃO ABRINQ

Por Fundação Abrinq

O som do galo cantando alto ao fundo é interrompido pela voz da professora, que logo adianta para a Equipe da Fundação Abrinq que conversa com ela pelo telefone: “Já estou arrumada, pronta para pegar o barco daqui a pouquinho e ir para a escola dar aula”.

De Parintins (Amazonas), onde mora a professora Maria Crece de Sousa, até a escola onde dá aulas, em Samaúma (Pará) - a comunidade do m

09

Junho

MARCIA LARGOU O EMPREGO PARA FICAR MAIS PERTO DE SUAS FILHAS. COMO JUNTOS TRANSFORMAMOS ESTA HISTÓRIA?

Por Fundação Abrinq

Quem mora na Comunidade do Areião, no Jaguaré (São Paulo, SP) sabe o quanto é difícil manter as crianças e adolescentes longe das drogas e da criminalidade.

Marcia, mãe de Mariana (12) e Isabele (9), largou o emprego de diarista para poder ficar mais perto das filhas e não deixar que as meninas se contaminem com o ambiente, vulnerável e muito violento.

A mulher r

09

Junho

ENTENDA COMO VOCÊ AJUDOU A FUNDAÇÃO ABRINQ A PROTEGER O MAICON DE APENAS 2 ANOS

Por Fundação Abrinq

Camaçari é um município da Bahia com quase 300 mil habitantes. A cidade representa o maior PIB Industrial do Nordeste e corresponde a 30% do PIB do estado. Porém, quase um terço (aproximadamente 100 mil habitantes) vive na pobreza.

O contraste entre o desenvolvido polo petroquímico e a alta vulnerabilidade da região é realidade para quem vive por lá. É o caso de Gilda*, mãe que trabalha como catadora de li

08

Junho

12 de junho #NAOtrabalhoinfantil

Por Fundação Abrinq

Hoje, mais de 2,6 milhões crianças e adolescentes estão trabalhando no Brasil. No último ano, houve um expressivo aumento do número de crianças entre 5 e 9 anos que realizam atividades agrícolas. A faixa de 15 a 17 anos é a segunda com a concentração em atividades não agrícolas.

Para ajudar a combater esta triste realidade, a Fundação Abrinq convida você para participa

Pesquisar

Newsletter

Cadastre seu e-mail abaixo e receba nossos boletins eletrônicos.



 

@FundacaoAbrinq